domingo, 16 de dezembro de 2012

Um Bolo Avianado na Marmita para a 9ª Edição do Convidei para Jantar



Olá, apesar de o tempo e o meu equilíbrio andarem cada dia que passa a fugirem mais de mim, não queria deixar de participar em mais uma edição do projecto Convidei para Jantar, da autoria da Anasbagueri, que neste mês tão especial decorre na bela casa da Marmita !

A Marmita lança-nos nesta edição o desafio de escolhermos a cidade/país do coração… o que devo dizer que não foi tarefa nada fácil, pois podiam ser tantas…Buenos Aires Mítica, Estocolmo do meu coração, Amesterdão, Barcelona, todos estes sítios onde já fui tão felizzzzz…então depois de alguma reflexão, decidi escolher a cidade onde passei os talvez os melhores momentos da minha vida (para além da minha cidade berço, A Invicta carago) … e claro só podia ser Viana do Castelo.

 Antes da famigerada crise, e numa altura onde todas as pessoas adultas que eu conhecia tinham empregos, as minhas Tias tinham um apartamento numa das praias de Viana. 

Apartamento partilhado por grande parte da Família e amigos. Bem para dizer a verdade, façamos uma pequena correcção…fui neta e sobrinha única até muito tarde e também por isso cresci apaparicada, mimada e protegida pela minha Avó e pelas minhas queridas Tias, portanto o apartamento delas rapidamente se tornou “o meu apartamento de praia” e dos meus amigos.

Passei o meu primeiro verão lá em 1996 com 14 anos, acompanhada por amigos mais velhos, filhos dos amigos dos meus pais. E a partir desse ano e durante os 12/13 anos seguintes não houve um verão em que não estivéssemos lá todos.

Na realidade qualquer ocasião era motivo de sobra para nos escapulirmos para lá, por isso, férias de páscoa, carnaval, passagens de ano e qualquer fim-de-semana mais prolongado aí íamos nós.
Inicialmente íamos de comboio até Viana com o famoso saco dos limões (um saco de cozinha típico dos anos 80) onde levávamos comida, muita comida…lembras-te Carla?

Depois mais tarde já levávamos carro, eu e o meu Fiat seiscento carregadíssimo e a Su com o seu Fiat uno com o radiador furado que nos obrigava a imensas paragens forçadas…mas nada disso importava, era até divertido e fazia parte.

Fizemos amigos com gente da nossa idade que também mantinha lá casas, e era lá o nosso ponto de encontro.

Íamos para a praia, para a cidade, sempre de bicicleta e com o “farnel” na mochila claro. E que bem sabiam os lanchinhos no parque (hoje remodelado ao abrigo do programa Polis) junto a beira-rio.
Subíamos ao monte de Santa Luzia nas “bikes” sem mudanças (como tenho saudades das minhas pernas musculadas e sem celulite da adolescência) só para ver que havia onda na Praia do Cabedelo, pelo que voltamos a descer em grande velocidade para ir buscar as pranchas e pedalar mais 7/8km até a praia…mas a recompensa era óbvia, surfar até ser noite!

Aprendemos a ser independentes, a ser prevenidos, a cozinhar (uns mais do que outros :)), eu e o meu primo Jorge conseguimos esturricar os nossos primeiros panados.
A Li e o Gonçalo tentaram fazer um pudim boca doce mas, mesmo seguindo as instruções falharam nessa tarefa herculiana, ahaha…

Mas eramos nós, livres de horários, fazer o que apetecia, comer quando tínhamos fome, jantar gelados gigantescos e batatas fritas no Little Texas , fazer concursos de gomas, jogar nintendo… parecia tudo tão simples.

Foi lá também que eu e o P. começamos a namorar…e já lá vão uns anos largos… lá levantamos os primeiros Euros na passagem de Ano 2001/2002 …lá comemos as primeiras pizzas a forno de lenha na Praça da Erva… lá fomos todos muito mas muito felizes.

Hoje já não há apartamento, mas a nossa querida amiga Pisco “empresta-nos” a sua casa de Castelo de Neiva muitas vezes para que matemos saudades desse tempo.

Mas voltando ao que interessa, Viana do Castelo é uma cidade limpa, pacata, relativamente segura e com um património cultural e histórico que vale mesmo a pena visitarem, e o melhor é que é já ali.

Por isso aqui fica um bolinho muito muito docinho em honra da cidade que nos adoptou, que foi partilhado entre os amigos mais próximos em casa da Pingolina!





Bolo Brigadeiro
(usei uma forma de silicone sem buraco de 26cm)

Ingredientes:

Para o bolo:

- 7 colheres de sopa de açúcar
- 7 colheres de sopa de chocolate em pó
- 6 ovos inteiros
- 7 colheres de sopa  de óleo
- 2 colheres de sopa de margarina (previamente derretida)
- 200g de coco ralado
- 1 colher de sopa de fermento em pó

Para a cobertura:

- 1 lata de leite condensado
- 4 colheres de sopa de chocolate em pó
- 2 colheres de sopa de margarina (previamente derretida)
-2  pacotes de Maltesers

Preparação do bolo:
Pré aquecer o forno a 200ºC.
Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha.
Colocam-se todos os ingredientes pela ordem descrita num liquidificador ou batedeira e bater até obter uma mistura homogénea. Levar ao forno quente e cozer cerca de 40m (o meu demorou só 30m porque usei uma forma de silicone). Não se deve deixar secar muito o bolo.

Preparação da cobertura:
Põe-se os ingredientes em cima mencionados num tacho em lume médio e vai-se mexendo sempre (para não colar ao tacho) até que fique espesso.
Com o bolo já bem frio espalha-se a cobertura preparada ainda quente e bem espessa e aplica-se os Maltesers.

Espero que gostem! Bom Apetite!

 

6 comentários:

  1. Que lindo, adorei.. tanto sentimento neste post! Acredita que ao ler este post imaginei todo um filme na minha cabeça.. férias de verão, namoros, loucuras, amizades.. lindo que bonita partilha muito obrigada mesmo!

    ResponderEliminar
  2. Eheheh, sim esse mesmo o espírito!Ainda bem que gostaste :)...

    ResponderEliminar
  3. Olá Nita,
    que doces e boas memórias aqui partilhadas em Viana do Castelo, que é linda!
    Uma deliciosa partilha a começar no destino e a terminar nesse bolo guloso :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  4. Adoo Viana. Não tenho memórias de lá com amigos, mas ia frequentemente com os meus pais (o que também me traz boas memórias). E o bolinho fica mesmo bem com o lenço :) Beijinhos!

    ResponderEliminar
  5. Olá Nita:)
    Que belos tempos, adorei ler o teu texto, trouxe-me à memória os meus anos "loucos" de juventude despreocupada!
    Não conheço muito bem Viana, já lá fui algumas vezes de passagem ,mas deixaste-me com vontade de lá voltar com mais calma e explorar melhor a cidade!
    Gostei muito e ainda mais desse bolo de perdição, tão guloso!!:)
    Beijocas e boa semana!

    ResponderEliminar
  6. Até me fazes uma lágrima no canto do olho sis*

    ResponderEliminar